Tantas perguntas...


Vocês também queriam ter o poder de voltar no tempo? Talvez mudar tudo aquilo que você errou, ou talvez ter a chance de viver novamente momentos inesquecíveis, daqueles que a gente lembra e um lágrima escorre no canto do olho por saber que eles nunca mais irão voltar?
Ter a chance de falar tudo o que não foi dito ou aproveitar cada momento ao máximo que você pudesse?
Mas imagino quantas pessoas iriam errar se soubessem que teriam a chance de mudar quando quisessem e quantas pessoas deixariam as chances de suas vidas passarem se soubessem que as teriam de novo.
Quantos amores você deixou no passado? Quantas coisas você queria ter tido a chance de voltar atrás e fazer tudo diferente? Quantas pessoas você amou profundamente e quantas você as perdeu? 
Tem gente que passa na nossa vida e demoramos duas semanas para esquece-la, enquanto outras, tocam você de uma maneira tão profunda que nem duas semanas e nem dois meses seriam incapazes de apagar tantos momentos incríveis. Talvez precisasse de anos ou talvez nem eles sejam capazes de apagar momentos que sempre passam pela sua cabeça em uma tarde fria de outono.

Se você tivesse a chance de voltar no passado, o que você faria? 
Você estaria mais feliz agora? 
Qual é a primeira pessoa que você procuraria lá atrás? 

E se eu te falasse que existe um futuro no qual você pode ter mil chances para poder tentar tudo o que você quisesse ser, quem você queria que estivesse com você? 

Saindo da bolha



Resultado de imagem para bolha tumblr

Eu nunca entendi bem ao certo o que as fases da vida querem dizer. Quando você é criança e se torna adolescente um novo ciclo começa. E parece que quando saímos da adolescência para virarmos adultos não é bem um ciclo e sim uma vida nova. Completamente diferente daquela que estamos acostumados. Vivemos em uma espécie de bolha aonde somos protegidos pela escola e por nossos pais. E quando saímos, nos deparamos com o mundo como ele realmente sempre foi e que nós não enxergávamos.

Percebemos que não há mais ninguém para fazer por nós a não ser nós mesmos. Você aprende que faculdades e trabalhos é muito mais difíceis do que aparentavam ser e que no universo de amores e amizades, encontrar alguém verdadeiro é como encontrar sombra no deserto. Aos poucos percebemos o quão rasa as pessoas são, e talvez, até nós mesmos. Nos acomodamos a mesmissse e esquecemos de arriscar para ser alguém diferente.
O medo na maioria das vezes é quem faz isso. A vontade incontrolável da mente de abraçar o mundo enquanto o corpo diz que é melhor ficar na cama esperando uma luz aparecer no fim do túnel.
Parados não conseguimos absolutamente nada a não ser ver quatro paredes.
As dúvidas incontroláveis na cabeça em qual faculdade cursar porque será algo que você terá que lidar para sempre. O chefe mau humorado do serviço que você odeia mas que precisa aturar porque é ele ou ninguém. Nossa cabeça dá uma espécie de giros e questionamentos sobre o que nós mesmos fazemos e que se isso realmente é o certo.
E se não for?!
A verdade é que se não arriscarmos nunca saberemos. O mundo é mais difícil do que parece, mas quando temos Deus e seguimos em frente a chance de tudo dar certo é muito maior do que nunca arriscar. A verdade é que mil pedras entrarão no seu caminho para te fazer desistir e é nessa hora que você verá o quão forte você é. Se não fosse difícil, nunca daríamos valor ao que temos.
Querer sair de uma bolha é fácil, o difícil e ter que sobreviver fora dela.